05 abr Cruzeiro avalia jogar final do Campeonato Mineiro numa quarta-feira


Caso supere o América Mineiro neste sábado (06/04/2019), o Cruzeiro terá um apertado calendário pela frente; já que as datas das possíveis finais da competição são extremamente próximas aos jogos da Copa Libertadores da América. Na competição continental, os próximos jogos serão contra Huracán, no dia 10 (quarta), e Deportivo Lara, dia 23 (terça-feira); Já pelo Campeonato Mineiro, as finais estão, inicialmente, marcadas para os dias 14 e 21 de abril (dois domingos).

Solução

A solução para a dor de cabeça celeste foi apresentada pela TV Globo; detentora dos direitos de transmissão do Estadual, que seria passar o segundo duelo para quarta-feira, dia 17. Isso, claro, num encontro entre Cruzeiro e Atlético.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O vice-presidente de futebol da Raposa, Itair Machado, ressaltou o cansaço da equipe após a exaustiva viagem ao Equador, e explicou um pouco da delicada situação Cruzeirense.

“Essa questão está complicada. A gente esperou passar essa viagem (ao Equador) para ter essa noção que é o mesmo tempo de hora de voo até a Venezuela. Nós esperamos passar o jogo de anteontem para ter noção do que é realmente esse cansaço. Vamos nos reunir hoje ainda, a Globo nos pediu para que um jogo seja na quarta-feira por causa da transmissão aberta. Vamos decidir agora se vamos concordar ou não. Mas nós vamos decidir de acordo com a condição do nosso atleta. Como eu disse; é desumano você jogar numa quarta-feira, você chega quinta-feira à noite, concentra-se na sexta e joga no sábado. É muito difícil para nós isso aí. É complicado olhar o lado comercial. Vamos tentar um bom senso tanto para a transmissão quanto para o Cruzeiro”

Vale ressaltar; que mudar Deportivo Lara x Cruzeiro do dia 23 (terça-feira) para quarta (24) ou quinta (25) seria difícil; Já que a equipe azul estreia pelo Campeonato Brasileiro no sábado, às 21h, contra o Flamengo, no Maracanã; e que o Cruzeiro ainda jogará contra o América MG para decidir a vaga na finalíssima.

Por: Guilherme de Carvalho Alves


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você