25 abr Cruzeiro cria setor popular no Mineirão que venderá ingressos a R$10 no Brasileirão


O Cruzeiro consegui, nesta quinta-feira, o aval da Confederação Brasileira de Futebol (CBF); para a “inauguração” de um setor popular no Mineirão para os jogos do Brasileirão. Tal iniciativa precisava ser aprovada pela CBF, já que; de acordo com o capítulo 5 do regulamento do Campeonato Brasileiro, está transcrito que o valor mínimo para custo dos bilhetes é de R$ 40 inteira, e R$ 20 a meia.

Sendo assim, o setor popular será correspondente ao Laranja Inferior, que possui 6.850 lugares. O local será aberto com a entrada custando apenas R$ 10 em todos os compromissos do Cruzeiro pelo torneio nacional.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Serão 4.000 tickets comercializados nas bilheterias físicas e os demais 2.850 serão colocados à venda para Sócios 5 Estrelas, de acordo com as prioridades, e na venda online através do site oficial, caso restem ingressos.

De fato, é louvável a iniciativa da diretoria da Raposa; já que o setor destinado normalmente permanece fechados em jogos de menos apelo do Campeonato Brasileiro. Portanto, além de trazer o público para mais perto do time em um ano tão importante, a tendência é que o Mineirão tenha bons públicos em seus jogos como mandante.

 

A palavra do presidente

O presidente Wagner Pires de Sá comentou, em entrevista ao site oficial do Cruzeiro, o lançamento do setor popular.

“O torcedor é o nosso maior patrimônio. Sem ele, o Cruzeiro não seria gigante como é. Queremos ver o cruzeirense sempre junto do clube, cantando em todos os jogos e fazendo a festa bonita no estádio que só o cruzeirense sabe fazer. Criamos um setor com preços baixos, atendendo a um próprio pedido da torcida, e contamos com a presença da apaixonada nação azul em todas as nossas partidas”

Além dele, o Vice-Presidente de Futebol, Itair Machado também falou da importância da torcida neste ano, afirmando que; para alcançar os objetivos celestes, é fundamental ter o apoio da torcida cruzeirense em todos os jogos do ano, afinal; juntos, diretoria, jogadores e torcida, “somos mais fortes.”

Por: Guilherme de Carvalho Alves


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você