02 jan Temporada 2008


Há quem diga que a temporada do Cruzeiro não tenha sido boa. A causa disso é que a torcida acostumou com grandes títulos como: Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. Eu vejo 2008 como uma boa temporada para o time celeste. Basta lembrar a goleada de 5 a 0 no arqui-rival, Atlético e os ótimos jogos em casa.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O ano começou com muita desconfiança. A chegada de Adilson Batista deixou a torcida muito apreensiva. A torcida que esperava grandes jogadores ficou um pouco triste quando chegou ao clube jogadores pouco conhecidos. Entre eles: Marquinhos Paraná, Espinozza e Bruno. Além disso, o técnico manteve jogadores que a torcida não vê com bons olhos.

O volante, zagueiro,lateral direito e lateral esquerdo, Marquinhos Paraná, foi vaiado no primeiro jogo em que fez com a camisa do Cruzeiro. Mas durante o ano o jogador polivalente mostrou que a torcida muitas vezes analisa o jogador de forma precipitada. Com uma boa marcação e muita tranqüilidade para sair com a bola, Paraná com certeza foi um dos melhores jogadores do time na temporada.

Um outro jogador que fez com que o time celeste tivesse o meio de campo considerado o melhor do Brasil foi Fabrício. O volante veio do Japão e foi um pedido do técnico Adilson Batista. Fabrício mostrou uma evolução muito grande no seu futebol. Quando atuou pelo Corinthians, o jogador não tinha toda essa qualidade. Com uma marcação forte e muito bom nas saídas de bola, o volante ajudou muito na razoável campanha que o clube fez na Copa Libertadores e no título do Campeonato Mineiro. O armador Wagner fez um 1º semestre muito bom. No jogo contra o Boca, no Mineirão, o jogador fez uma exibição de galã. Pena que o Cruzeiro não conseguiu a vitória. No 2º semestre, Wagner sofreu muito com as contusões. Esse é um bom jogador para o clube manter em 2009.

Agora, para mim e acredito que para todos, o melhor jogador de toda temporada também está no meio campo. Ramires começou a temporada em altíssimo nível, fazendo vários gols na pré-libertadores e jogando muita bola no Campeonato Mineiro. No começo do brasileirão, o volante fez boas apresentações, que o levou para as Olimpíadas. O Perna Longa, como é apelidado Ramires, tem na sua velocidade e bom posicionamento suas grandes características. Fica o meu pedido e o da torcida para que o jogador não seja vendido.

Muito criticado, o sistema defensivo mostrou bons jogadores. Thiago Heleno jogou durante todo o ano com muita simplicidade. Do jeito que a bola chegava, ele chutava, não lembro de uma vez sequer que ele tentou inventar moda. Outro jogador bastante criticado, mas que eu gosto muito é o lateral Jonathan. Sei que grande parte da torcida não gosta dele, mas eu vejo nele um lateral moderno. Além de marcar muito bem, o jovem lateral agora está chegando com muita facilidade ao ataque, às vezes até marca alguns golzinhos.

A outra lateral não foi nenhuma surpresa. Jadilson, dono da posição na maioria da temporada, mostrou muita qualidade no ataque. No Campeonato Mineiro, as maiorias das jogadas saíram pelo lado esquerdo do campo. Faltou um pouco o jogador ajudar na parte defensiva.

Criticado em 2007, o goleiro Fábio fez uma excelente temporada em 2008. Salvando o time muitas vezes no mineiro e também no brasileirão, o goleiro deu a volta por cima e é considerado um dos melhores do país na posição. Eu mesmo o coloquei na minha seleção do Campeonato Brasileiro.

Já no ataque aconteceu algumas decepções, das contratações do time nenhuma foi como o esperado. Jajá, que fez um ótimo Campeonato Mineiro pelo Guarani, não rendeu o esperado. O jovem atacante falhou muito nas finalizações, mas mesmo assim a torcida gosta muito dele. Weldon, Wanderley e Thiago Ribeiro também não renderam como a torcida queria. Já Thiago muito fominha raramente tocava a bola e quando fazia errava passes bobos.

Esperança de gols, Guilherme alternou boas apresentações com jogos que sequer pegou na bola. O atacante acabou o campeonato nacional com 18 gols e foi lembrando pela imprensa nacional como um bom jogador. Falta a ele um pouco mais de regularidade. Gosto muito do Guilherme, mas ele tem que parar um pouco com a firula e ser mais objetivo.

O mais criticado durante todo o ano, o técnico Adilson Batista, foi uma grata surpresa para mim. Ele chegou com desconfiança de todo mundo, mas para mim ele é um técnico moderno, que ajusta seu time para anular as qualidades dos adversários. É claro que às vezes acabou não dando certo, mas na maioria acho que ele acertou. A diretoria fez certo em mantê-lo no clube por mais uma temporada.

A temporada de 2009 promete muito para o Cruzeiro. Fica a esperança que a diretoria mantenha grande parte do elenco e traga alguns bons reforços.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você