25 abr Destaques do Cruzeiro na Primeira Parte da Temporada


Com o Campeonato Mineiro encerrado e a fase de grupos perto de seu fim, podemos dizer que a primeira parte da temporada acabou. Às vésperas do início do Brasileirão, a equipe vem de uma ótima vitória contra o Deportivo Lara, por 2 a 0 na Venezuela e uma sequência de 22 jogos invicto nessa temporada. A última vez que o Cruzeiro perdeu foi no dia 25/11 do ano passado, quando foi derrotado para o Flamengo por 2 a 0 na 37º rodada do último Campeonato Brasileiro. E é justo contra eles que estrearemos neste final de semana.

Números do Cruzeiro nesta temporada:
– 21 jogos, 16 vitórias, 5 empates.
– 84.13% de aproveitamento. 
– 46 gols feitos / 9 sofridos. 

DESTAQUE NEGATIVO: MURILO

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Destaque e revelação em 2017, Murilo não conseguiu ter a mesma importância no ano de 2018. A volta de Dedé diminuiu e muito a sua participação no time titular. Em 2019 participou de apenas 5 jogos, sendo o último contra o Huracán no início. A falta de segurança e as falhas em lances decisivos, fizeram a torcida começar a pegar no pé do jovem, que até agora foi o grande destaque negativo do time. Murilo precisa recuperar a confiança,  será peça fundamental no Brasileirão, já que usaremos o time reserva em diversos momentos da competição, que acontecerá em paralelo com as fases decisivas da Libertadores e Copa do Brasil.

DESTAQUES POSITIVOS: NOVIDADES               

Extremamente competitivo em 2019, o Cruzeiro mostra que acertou e muito nas contratações dessa última janela. Marquinhos Gabriel chegou consideravelmente desacreditado e vem mostrando que tem bola para ser titular da equipe. Boas assistências e gols o colocaram na frente da disputa por essa vaga no ataque. David que se lesionou e Pedro Rocha que chegou agora, saem atrás na corrida. Outro novato que tem se destacado muito é Rodriguinho. Vindo de uma passagem ruim no Egito, chegou dividindo opiniões, já que viria pra ‘substituir’ De Arrascaeta. As atuações de Rodriguinho cresceram junto com as do Cruzeiro, que tropeçou algumas vezes no início da temporada. Na Libertadores ele foi o grande destaque do time no ‘primeiro turno’, quando marcou 3 gols nos 3 primeiros jogos. Dodô também faz um bom início e mostra que poderá fazer um bom revesamento ao longo do ano.

DESTAQUES POSITIVOS: FRED E LUCAS ROMERO

Após um fraco início ano passado, Fred sofreu uma grande lesão e só retornou no fim do ano. Apesar de ter jogado poucos jogos, Fred mostrou bons números nessa volta e deixou esperança nos torcedores para 2019. A temporada começou e aos poucos a sequência de gols de Fred foi aumentando cada vez mais.

Hoje o centroavante é o artilheiro do clube na temporada, foi artilheiro do Mineiro e é o terceiro na artilharia geral da Libertadores, mesmo tendo jogado bem menos jogos que a maioria dos que estão na sua frente. Além disso, o camisa 9 superou o número de gols dos artilheiros do clube na última temporada(Arrascaeta e TN com 15 cada) e se tornou o jogador com mais gols pelo clube no século(76).

Outro destaque do clube na temporada é Lucas Romero. Um dos jogadores mais queridos pela torcida, o volante não conseguiu se firmar no time titular em 2016, 2017 e 2018. Ano passado inclusive jogou boa parte do ano como lateral direito. Esse ano, o argentino finalmente se firmou entre os 11 e divide a meiuca com o capitão Henrique. Até aqui já são 15 jogos, sendo 14 como titular. Parece que o sonho de boa parte da torcida finalmente se realizou.

Artilheiros do time na temporada:

1. Fred: 16 gols
2. Rodriguinho: 7 gols
3. MarquinhosGabriel: 4 gols

Assistentes do time na temporada:

1. Robinho: 6 assistências
2. Marquinhos Gabriel: 5 assistências
3. Fred: 4 assistências

A temporada vem sendo muito promissora e mostrando uma versão muito mais madura do time, que está melhor do que nas últimas temporadas. Agora o time começará a ter uma sequência ainda mais pesada de jogos, o que obrigará o Mano a rotacionar ainda mais o time. Aí sim saberemos a força real do nosso time reserva.

Os desafios agora começam a ser cada vez maiores, o time vai ter que melhorar ainda mais, é necessário para que briguemos até o fim pelos títulos. A campanha histórica na fase de grupo da Libertadores e o título invicto do Campeonato Mineiro mostram que o topo é o que queremos.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você