01 abr El Perro Romero: o mais gigante dos anões


O Cruzeiro realizava sua pré-temporada com o novo treinador Deivid no comando, quando vieram as notícias da saída de Willians, então titular, para o Corinthians. A troca por Marciel denotava não apenas uma necessidade de oxigenar o plantel e trazer jogadores mais jovens, mas também o desejo de se livrar do experiente e irresponsável camisa 5, de passagem muito oscilante pela Toca da Raposa. Dias depois, começam as notícias da possível contratação de um volante argentino para o setor: Lucas Romero, do Vélez Sarsfield, velho conhecido de Ariel Cabral. A negociação se arrastou, mas foi finalizada.

Acredito que a grande maioria da torcida não conhecia El Perro (o cachorro, na tradução simples), alcunha recebida ainda na base do clube argentino. Muitos devem ter se surpreendido ao ver pela primeira vez aquele tampinha correndo no meio-campo celeste, ostentando a camisa 29. Espera-se um porte físico mais avantajado a um jogador de funções predominantemente defensivas, mas a verdade é que Romero consegue se impor desde o desembarque em BH. Sem muito alarde, esteve no time sempre que disponível e tomou conta da titularidade em um concorrido setor.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com a mesma discrição que atua, tentando desarmar oponentes e fazer um bom trabalho de distribuição, também vai crescendo sua importância no plantel. Devido ao bom rendimento nos treinamentos, tornou-se o cobrador oficial de pênaltis do Cruzeiro, ao menos até o retorno de Willian. Contra o Uberlândia, teve uma oportunidade na marca da cal e não titubeou, marcando seu primeiro tento com a camisa celeste. No clássico frente ao Atlético-MG, jogou bem, com passes precisos, muita luta e sempre ajudando a desafogar os companheiros do setor.

A verdade é que Romero ainda não conquistou nada por aqui. Mas aparece como um dos mais promissores atletas do elenco, pelo vigor demonstrado em campo, sua frieza na cancha e a inteligência em se adaptar rapidamente a um novo clube e a outro país. Especulado em 2014 e 2015 como possível reforço de clubes ingleses, como Crystal Palace, Stoke City e, até mesmo, o gigante Manchester United, é a Toca da Raposa a atual casa de Romero. E com o perdão do péssimo trocadilho, faro para achar canelas inimigas e se firmar com a camisa celeste, El Perro já demonstrou.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você