02 nov Fazendo as contas: Algum respiro


O Cruzeiro virou a chave no Brasileirão e a sequência de sete jogos de invencibilidade, atingida com o triunfo sobre o Botafogo no Rio de Janeiro, enfim retirou a Raposa da zona de rebaixamento.

O time celeste está, muito provavelmente, a três vitórias de garantir sua permanência na Série A. Um triunfo a cada três jogos. Ou duas vitórias e três empates. E pelo perfil da tabela e a classificação dos adversários no torneio, o ideal é que atinja a meta o mais rápido possível.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A meta é alcançável apenas com um desempenho relevante nos confrontos diretos, podendo tropeçar nos rivais mais bem colocados. Um empate com o Bahia no Mineirão, aliás, até caminha junto ao objetivo. É o caso em que um triunfo até auxilia a planejar voos maiores na pontuação, como a classificação para a Sul-Americana.

Vamos as contas (segundo o site chance de gol)

Meta: Subiu de 40 para 41 pontos

Aproveitamento necessário: Caiu de 36,6% para 33,3% (idêntico ao do CSA, atual 18º colocado com 33,3%)

Resultados almejados: 2 vitórias, 3 empate e 4 derrotas.

Chances de título atingindo esta meta: 0%.

Chances de Libertadores atingindo esta meta: 0%.

Chances de Sul-Americana atingindo esta meta: Próxima a 0%.

Chances de rebaixamento atingindo esta meta: Próximas de 30%.

Chances de título do Cruzeiro: 0%.

Chances de Libertadores do Cruzeiro: Subiram de quase 0% para 0,01%.

Chances de Sul-Americana do Cruzeiro: Subiram de 4,0% para 11,6%.

Chances de ficar na zona morta do Cruzeiro: Subiram de 54,58% para 65,99%.

Chances de rebaixamento do Cruzeiro: Caíram de 41,4% para 22,4%.

Tabela Restante

Bahia (C) – 1 ponto.

Athletico (F) – 0 pontos.

Atlético-MG (C) – 1 ponto.

Avaí (C) – 3 pontos.

Santos (F) – 0 pontos.

CSA (C) – 3 pontos.

Vasco (F) – 1 ponto.

Grêmio (F) – 0 pontos.

Palmeiras (C) – 0 pontos.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você