28 set Fazendo as contas: Arrastando-se no mínimo


O Cruzeiro não fez mais que a obrigação, se é que não foi menos, até aqui no segundo turno. Derrota para o líder, mesmo atuando em casa, e empate fora de casa contra um rival direto na parte baixa da tabela não são, necessariamente, maus resultados. Mas certamente mantém a corda apertada no pescoço e impede de planejar objetivos mais nobres na competição.

Atuar apenas na segunda-feira nesta rodada, aliás, pode aumentar a pressão. Caso o Fluminense vença o Grêmio no Maracanã no domingo, a Raposa já entrará em campo condenada a permanecer ao menos mais uma rodada na zona de rebaixamento. Ainda assim, não perder para o Goiás é, mais uma vez, o mínimo. Para não permitir que mais um rival se distancie na tabela de classificação.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A baixa pontuação dos rivais diretos tem auxiliado a manter a projeção baixa de pontos para permanecer na Série A. Ainda assim, as contas abaixo significam um risco próximo a 30% de queda no atual momento. Parar de arrastar-se no mínimo e vencer em Goiânia seria um ótimo caminho.

Vamos calcular (Estatísticas sobre as chances retiradas do site “Chance de Gol”)

Meta: Segue em 39 pontos

Aproveitamento necessário: 39,2% (superior ao do Ceará, atual 14º colocado com 36,5%)

Resultados almejados: 6 vitórias, 3 empates e 8 derrotas.

Chances de título atingindo esta meta: 0%.

Chances de Libertadores atingindo esta meta: Próxima a 0%.

Chances de Sul-Americana atingindo esta meta: Próxima a 0%.

Chances de rebaixamento atingindo esta meta: Caíram de inferiores a 40% para inferiores a 30%.

Chances de título do Cruzeiro: Seguiram em quase 0%.

Chances de Libertadores do Cruzeiro: Caíram de 0,03% para quase 0%.

Chances de Sul-Americana do Cruzeiro: Subiram de 7,6% para 7,8%.

Chances de ficar na zona morta do Cruzeiro: Caíram de 56,09% para 52,58%.

Chances de rebaixamento do Cruzeiro: Caíram de 43,0% para 39,6%.

Tabela Restante

Goiás (F) – 1 ponto.

Internacional (C) – 0 pontos.

Fluminense (C) – 3 pontos.

Chapecoense (F) – 1 ponto.

São Paulo (C) – 0 pontos.

Corinthians (F) – 0 pontos.

Fortaleza (C) – 3 pontos.

Botafogo (F) – 0 pontos.

Bahia (C) – 3 pontos.

Athletico (F)- 0 pontos.

Atlético-MG (C) – 3 pontos.

Avaí (C) – 3 pontos.

Santos (F) – 0 pontos.

CSA (C) – 3 pontos.

Vasco (F) – 1 ponto.

Grêmio (F) – 0 pontos.

Palmeiras (C) – 0 pontos.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você