27 nov Fazendo as contas: Não dá mais para adiar


A última rodada apertou forte a corda no pescoço cruzeirense. De volta à zona de rebaixamento após ser o único dos quatro principais concorrentes a se livrar da última vaga na Série B a não pontuar, o Cruzeiro viu sua situação ficar significativamente mais dramática na disputa.

Considero quatro candidatos porque a salvação celeste passaria, necessariamente, por um triunfo sobre o CSA, praticamente os tirando da disputa, nesta quinta-feira. Assim sendo, nem os alagoanos nem a Chapecoense teriam como alcançar os 42 pontos projetados nesta coluna. E ainda que se enfatize que um eventual tropeço no Mineirão nesta rodada não decrete a queda cinco estrelas, ao menos colocaria a Raposa em uma situação bastante difícil de reverter.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Bater os azulinos e mais um dos adversários nas três rodadas seguintes tem chances razoáveis de ser suficiente. Projeto aqui também que a segunda vitória já venha contra o Vasco para o cenário começar a ficar mais claro. Mas é possível que o Cruzeiro precise refazer estas contas, especialmente se os rivais também reagirem na reta final. Ou então já chegar na última rodada salvo, caso faça sua parte e o Ceará tenha o desempenho aqui projetado.

Vamos as contas (segundo o site chance de gol)

Meta: Subiu para 42 pontos

Aproveitamento necessário: Subiu para 50,0% (próximo ao do Internacional, atual 8º colocado)

Resultados almejados: 2 vitórias e 2 derrotas.

Chances de título atingindo esta meta: 0%.

Chances de Libertadores atingindo esta meta: 0%.

Chances de Sul-Americana atingindo esta meta: Próximas de 0%.

Chances de rebaixamento atingindo esta meta: Próximas de 20%.

Chances de título do Cruzeiro: 0%.

Chances de Libertadores do Cruzeiro: 0%.

Chances de Sul-Americana do Cruzeiro: Caíram de 1,2% para 0,2%.

Chances de ficar na zona morta do Cruzeiro: Caíram de 65,39% para 42,0%.

Chances de rebaixamento do Cruzeiro: Subiram de 36,4% para 57,8%.

Tabela Restante

CSA (C) – 3 pontos.

Vasco (F) – 3 pontos.

Grêmio (F) – 0 pontos.

Palmeiras (C) – 0 pontos.

Tabela dos rivais (ao menos um deles precisa ter no máximo o desempenho projetado)

Atlético-MG: 0 vitórias, 0 empates e 4 derrotas

Bahia (F) – 0 pontos.

Corinthians (C) – 0 pontos.

Botafogo (C) – 0 pontos.

Internacional (F) – 0 pontos.

Botafogo: 0 vitórias, 2 empates e 2 derrotas.

Chapecoense (F) – 0 pontos.

Internacional (C) – 1 ponto.

Atlético-MG (F) – 0 pontos.

Ceará (C) – 1 ponto.

Fluminense: 1 vitórias e 3 derrotas.

Palmeiras (C): 0 pontos.

Avaí (F): 0 pontos.

Fortaleza (C): 3 pontos.

Corinthians (F): 0 pontos.

Ceará: 1 vitória, 1 empate e 2 derrotas.

Flamengo (F) – 0 pontos.

Athletico (C) – 0 pontos.

Corinthians (C) – 1 ponto.

Botafogo (F) – 3 pontos.

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você