26 fev Hoje é com o Murilo, mas já foram com outros! Relembre outros zagueiros revelados pelo Cruzeiro


Olá, Nação Azul

O empate contra a URT neste último domingo desceu com um sabor bem amargo para a torcida do Cruzeiro. Eu, particularmente, não liguei muito para o resultado, pois campeonato mineiro é isso aí. Além do confronto contra o Atletico Mineiro e América na fase inicial, só as finais que servem para algum tipo de parâmetro, além, claro, da emoção. O que me deixou bastante preocupado foi a atuação do zagueiro Murilo, titular no pentacampeonato da Copa do Brasil.

Murilo vai segurar a onda na Liberta?

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Murilo já está indo para seu terceiro ano como profissional e mantém a média de um título grande por temporada. Todos lembram como o jovem defensor deu conta do recado na caminhada de 2017 e sempre me passou muita segurança. Como todo jogador, ele também precisa de sequencia e diria que deu um “azar danado” de ser contemporâneo à estupenda fase que vive o Léo. No entanto, nada justifica a péssima partida que fez contra a URT. Mostrou-se inseguro, fraco na marcação e meio disperso ao acompanhar o centroavante adversário que, inclusive, o deixou sentadinho na hora do gol.

Todos sabem que o Mano Menezes tem esse grupo na mão e tenho certeza que o mesmo está preocupado com a situação. Como Dedé não poderá jogar na Argentina, creio que a vaga será de Murilo. O Cruzeiro tem o Fabrício Bruno no elenco também (gosto muito do se futebol), mas que rodou por duas temporadas e acabou de voltar. No time do mano, ninguém chega e senta na janela. O importante agora é recuperar o Murilo e dá-lo confiança pra estréia na Copa Libertadores.

Das antigas

Aproveitando este momento não muito bom vivido pelo nosso jovem e bicampeão, Murilo; separamos alguns zagueiros formados na base do Cruzeiro e que hoje seguem seus caminhos em outros times. Tem jogador titular na Europa, tem jogador na série B do campeonato Paulista. Relembre aí, torcedor

Thiago Heleno

Capitão do Athlético Paranaense, Thiago foi cria da base celeste e atuou entre 2006 e 2010. Passou também por Corinthians, Palmeiras, Criciúma e Figueirense, mas o Cruzeiro segue sendo o time pelo qual possui mais partidas (151). Fez parte do elenco vice-campeão da Libertadores de 2009.

Wallace

Wallace era uma promessa da base do Cruzeiro, que sempre soube revelar e utilizar bons zagueiros. Fez parte do elenco campeão brasileiro de 2013 e chegou a realizar 8 partidas pelo clube no ano seguinte. Foi negociado por € 9,5 milhões com um grupo de investidores, que o colocou no Braga (POR). Em 2016, foi contratado pela Lazio por cerca de €8 milhões

Alex Flávio

Alex Flávio subiu para o profissional do Cruzeiro em 2014, mas teve apenas uma chance em três anos como profissional. Atualmente disputa a Série A2 do Paulistão pela Penapolense

Bruno Viana

Foto: Ricardo Fernandes/DP Bruno Viana subiu para o profissional em meio a uma crise pós títulos do Cruzeiro. O garoto teve inúmeras chances sob o comando de Paulo Bento e mostrou-se um bom jogador. No entanto, a fase do time e, principalmente, de seu colega de zaga, Bruno Rodrigo, era tão ruim, que o garoto acabou encarando mais pressão do que deveria. Com a chega da Ano Menezes, o zagueiro foi perdendo espaço e acabou negociado com o Olympiacos (GRE) por cerca de 7,5 milhões de reais. Atualmente, ele é a contratação mais cara d história do Braga, sendo titular absoluto na defesa.

Maicon

Apelidado de God of Zaga (kkkk) quando jogou pelo São Paulo, Maicon foi revelado pelo Cruzeiro em 2007, mas fez pouquíssimos jogos com o manto. Vendido ao Futebol Clube do Porto, em 2009, Maicon foi uma dos brasileiros de maior destaque no clube, chegando perto da marca dos 200 jogos. Atualmente, tem o passe ligado ao Galatasaray mas está emprestado ao Al-Nassr (EAU)

Por: Paulo Pianetti


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você