06 jun Jogos Históricos: Show de Deivid no Mineirão (Cruzeiro 4×1 Vasco – 19ª rodada – Campeonato Brasileiro 2003)


Cruzeiro e Vasco entram em campo na noite desta quarta-feira, no Mineirão, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Em toda a história do confronto são 95 partidas, com 35 vitórias celestes, 30 resultados positivos aos vascaínos e 30 empates.

No Brasileirão são 57 jogos, sendo 22 vitórias cruzeirenses, 16 cruz-maltinas e 19 empates. Com ampla vantagem celeste no histórico do confronto, um dos triunfos foi conquistado em 2003, ano da tríplice coroa celeste. Comando por Alex, o talento azul, o Cruzeiro fez 4×1 contra o Vasco, em partida também disputada em uma noite de quarta-feira no Mineirão, válida pela 19ª rodada.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Àquela altura, o time estrelado já tinha faturado o Campeonato Mineiro e a Copa do Brasil e liderava o Brasileirão.

O Jogo

Sem encontrar muitas dificuldades para furar a zaga vascaína, que tinha o goleiro Fábio à frente da meta, o Cruzeiro abriu o placar logo aos 10 minutos. Em tabela pela esquerda, Leandro recebeu de Alex e cruzou na área. A zaga rebateu mal e a bola sobrou livre para Deivid que ainda ajeitou a redonda e estufou a rede cruz-maltina.

Após tirar o zero do placar o Cruzeiro seguiu em cima. E, aos 19 minutos, Edu Dracena, de cabeça, após escanteio cobrado por Alex na ponta esquerda, aumentou o marcador. Com um futebol de encher os olhos, o Cruzeiro foi para o vestiário com a vantagem no placar.

Na volta para o segundo tempo, sem perder o ritmo, Deivid, de novo recebendo cruzamento de Leandro da esquerda, cabeceia forte, sem chances para Fábio, aos cinco minutos.

Após o terceiro gol, o Cruzeiro administrou o jogo, tocou a bola e chegou a oferecer perigo à meta vascaína. Porém, quem marcou foram os visitantes. Rodrigo Souto em bonita jogada deixou Maurinho e Dracena na saudade e chutou forte no canto direito de Artur, diminuindo o marcador.

Entre uma troca de passes e outra, o Cruzeiro chegou ao quarto gol aos 23 minutos da etapa complementar. Deivid avançou com a bola pela intermediária, lançou Zinho na ponta esquerda e correu para a área. O meia cruzou na cabeça do atacante que deu números finais à partida, marcando o quarto do Cruzeiro e o terceiro dele no jogo.

Com a vitória, o Cruzeiro consolidava-se na liderança e o título do Campeonato Brasileiro de 2003, o primeiro da era de pontos corridos, ganhava corpo rodada a rodada.

Cruzeiro 4 X 1 Vasco

Motivo: 19ª Rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 16/7/2003
Local: Estádio Mineirão
Público: 13.207 pagantes
Renda: R$ 112.597,00
Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira (FIFA SP)
Gols: Deivid, aos 10 min, e Edu Dracena, aos 18 min do primeiro tempo. Deivid, aos 5 e aos 23 min, Rodrigo Souto, aos 11 min do segundo tempo.
Cartões amarelos: Leandro (Cruzeiro). Beto, Bruno Lazaroni, Russo (Vasco)

Cruzeiro
Artur, Maurinho, Edu Dracena, Cris e Leandro; Recife, Maldonado, Zinho (Márcio) e Alex (Felipe Melo); Deivid e Aristizábal. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Vasco
Fábio, Russo, Fabiano, Wellington Paulo e Wellington Monteiro; Beto (Morais), Rodrigo Souto, Marcelinho e Bruno Lazaroni; Edmundo e Cadu (Donizete). Técnico: Mauro Galvão.

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você