13 jun Jogos Históricos: Uma mão e meia na taça (Paraná 1×3 Cruzeiro – 43ª rodada – Campeonato Brasileiro 2003)


Paraná e Cruzeiro voltam a se enfrentar na noite desta quarta-feira, depois de 11 anos, na Vila Capanema. O último confronto, em 2007, terminou empatado em 2×2. Entretanto, em 2003, o embate contra os paranaenses teve saldo positivo para o Cruzeiro.

Vitória por 3×1 e que, praticamente, minou as chances do Santos de tentar tirar o título do Campeonato Brasileiro daquele ano do Cruzeiro.

O Jogo

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Disputado em um domingo à tarde, o jogo, pela 43ª rodada, poderia dar o título brasileiro ao Cruzeiro.

 

Jogando o futebol que encantou o Brasil em 2003, o Cruzeiro não encontrou nenhuma dificuldade para bater o Paraná. Com o controle total das ações, a equipe celeste “demorou” a marcar. O primeiro gol só foi assinalado aos 37 minutos do primeiro tempo.

O camisa 11 Aristizábal, aproveitou o rebote do goleiro Flávio em cabeçada de Márcio Nobre e estufou as redes tricolores. Na segunda etapa, aos 22 minutos, Wendel, de cabeça, fuzilou as redes do Paraná, após falta cruzada por Alex na ponta esquerda.

O Cruzeiro teve chances de ampliar o placar com o camisa 10. Mas foi o atacante Márcio Nobre quem aumentou a conta. Em um belo lance, o substituto de Deivid, à época negociado com o futebol europeu, deixou dois marcadores para trás e chutou forte, no canto direito de Flávio: 3×0!

O Paraná ainda lutou e conseguiu diminuir. Em uma falha da zaga celeste, o meio-campo Everton aproveitou a sobra de bola na pequena área e chutou forte, sem chances para Gomes.

Com a vitória o Cruzeiro chegou aos 88 pontos e ficou a uma vitória de erguer a taça. Fato que ocorreu na semana seguinte, após vencer o Paysandu por 2×1 no Mineirão.

A volta olímpica só não foi realizada na Vila Capanema porque o Santos venceu o Fluminense e manteve a esperança de tentar anular o título celeste.

Paraná 1×3 Cruzeiro

  Data: 23/11/03

  Motivo: 43ª rodada do Campeonato Brasileiro

  Local: Estádio Pinheirão, em Curitiba (PR)

Público e Renda: não divulgados

Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa-RJ)

Gols: Aristizábal, aos 37 minutos do primeiro tempo; Wendel, aos 22 minutos, e Márcio Nobre, aos 38 minutos, Everton, aos 39 minutos do segundo tempo.

Paraná Clube: Flávio; Valentim, Cristiano Ávalos, Ageu e Fabinho (Rodrigo Silva); Fernando Miguel, Pierre (Éverton), Marquinhos e Fernandinho; Caio e Renaldo. Técnico: Saulo de Freitas.

Cruzeiro: Gomes, Maurinho, Cris, Edu Dracena e Leandro; Maldonado, Felipe Melo (Zinho), Wendel (Sandro) e Alex; Aristizábal (Mota) e Márcio Nobre. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Cartões amarelos: Ageu, Caio e Éverton (Paraná Clube); Alex (Cruzeiro)


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você