02 jan Juan Pablo Sorín


Juan Pablo Sorín, argentino de Buenos Aires, nasceu dia 5 de maio de 1976. Sorín não se prende a sua posição defensiva, aparecendo no ataque em momentos de assistência e marcando vários gols, sendo um elemento surpresa.

Juampi

Como é conhecido na Argentina, Juampi, começou sua carreira aos 18 anos no Argentinos Juniors, já mostrando sua garra, Sorín participou da Seleção Argentina em 1995-96, onde conquistou seu primeiro grande título, o Campeonato Mundial Sub-20. Comprado pela equipe Juventus da Itália, Juan ficou pouco tempo e voltou à terra natal, onde e 96 foi pra o River Plate, mostrando seu futebol de garra com a conquista de campeonatos importantes como uma Taça Libertadores da América (1996), uma Supercopa (1997), um campeonato Clausura (1997) e três Torneios Apertura nos anos de 1996, 97 e 99. Apesar da bela passagem pelo River, Sorín brigou com o treinador Ramón Díaz e assim partiu para o Brasil, comprado pelo Cruzeiro por 5,2 milhões de dólares, sendo a maior contratação da história do futebol brasileiro até a época.

Primeira passagem

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Sua primeira passagem pelo glorioso Cruzeiro Esporte Clube foi em 2000, e durou dois anos. Teve um começo meio tímido. Os jornalistas mineiros diziam que Sorín e Sol, sua esposa, não se adaptariam a Belo Horizonte. A imprensa acertou parte das apostas. Os primeiros seis meses do argentino foram difíceis com a grande marcação que lhe foi imposta em jogos. Recebeu críticas constantes da oposição. Mas com o esquema de jogo de Luiz Felipe Scolari, Sorín pôs seu futebol a mostra, e foi de grande ajuda para conquistarmos a Copa do Brasil em 2000.

Com suas freqüentes subidas ao ataque, o dedicado argentino ajudou o time celeste a conquistar duas vezes a Sul-Minas (2001-2) e garantiu o posto de titular absoluto na seleção argentina, além de ser eleito melhor ala das Américas por dois anos consecutivos.

Um legítimo guerreiro em campo

 

Juan Pablo mostrou ser um guerreiro dos gramados várias vezes com a camisa azul. Que cruzeirense não se lembra da conquista da Copa Sul-Minas de 2002, quando na final contra o Atlético-PR, Sorín logo no início da partida sofreu um ferimento no supercílio e o médico quis tirá-lo do jogo. Ele, porém, não aceitou: “Não posso sair, doutor, não faz sentido ficar fora desse jogo.” Dr. Ronaldo Nazaré fez uma touca com bandagens e Sorín voltou a campo.

Juan continuou jogando como estivesse em perfeitas condições físicas, mas levou outra cabeçada, perdeu a touca e voltar a sangrar, agüentou até o intervalo, quando recebeu seis pontos. O guerreiro argentino mesmo ferido continuou jogando, não apenas como sua última partida pelo Cruzeiro, mas também como se fosse sua última partida de futebol da história. Aos 30 do segundo tempo, numa jogada de Ruy, Sorín marca o gol solitário da vitória sobre o Atlético-PR, levando a torcida a êxtase.

No pódio Juan Pablo puxou: “Olê-olê-olê-olê-olê-olê-olá, Soy Cruzeiro, y por ese sentimiento no puedo parar. Olê-olê-olê-olê-olê-olê-olá, cada día te quiero más. Soy Cruzeiro, y por ese sentimiento no puedo parar.”

Nesses dois anos que jogou pelo Cruzeiro Esporte Clube, Sorín marcou treze gols nas 112 vezes que vestiu o manto azul.

Sorín pelo mundo

Juan seguiu para o Lazio, onde ficou uma temporada e meia, e foi emprestado ao Barcelona, devido problemas financeiros do clube italiano. No Camp Nou, Sorín teve uma temporada de sucesso, mas mudou-se para o clube francês, Paris Saint-Germain, conquistando a Copa da França.

Da França, Sorín foi emprestado ao Cruzeiro, mas não teve muita chance de mostrar seu futebol pelo breve tempo que permaneceu. Foi para Villareal da Espanha, onde foi de grande importância para time atingir as semi-finais da Liga dos Campeões, mas foram eliminados.

Em 2006, depois da Copa do Mundo da Alemanha, Juampi foi contratado pelo Hambúrguer SV, onde ficou dois anos, mas não realizou muitas partidas com o time alemão, em conseqüência de lesões.

Retornou ao Cruzeiro em agosto de 2008, para se tratar de lesões, e voltará a jogar pelo time mineiro na temporada de 2009.

Nome completo: Juan Pablo Sorín
Data de nasc. : 5/5/1976
Local de nac. : Buenos Aires, Argentina
Altura: 1,73m
Peso: 67 kg

Clube atual: Cruzeiro Esporte Clube
Camisa Nº: 6
Posição: Lateral-esquerdo, Meio-campista

Carreira:
1984-1995  Argentinos Juniors-ARG
1995-1996  Juventus-ITA
1996-1999  River Plate-ARG
2000-2002  Cruzeiro
2002-2003  Lazio-ITA
2003  Barcelona-ESP
2003-2004  Paris Saint-Germain-FRA
2004  Cruzeiro
2004-2006  Villarreal-ESP
2006-2008  Hamburgo-ALE
2008  Cruzeiro

1995-2006 Seleção Argentina – Jogos Pan-Americanos 1995; Campeonato Mundial de Juniores 1995; Vice-campeão da Copa América 2004 (Peru) 76 jogos e 12 gols; Disputou as Copas do Mundo de 2002 e 2006

Títulos:
Liga dos Campeões da Europa 1995; Libertadores da América 1996; Torneio Apertura 1996; Supercopa 1997; Torneio Apertura 1997; Torneio Clausura 1997; Torneio Apertura 1999; Copa do Brasil 2000; Copa Sul Minas 2001; Copa Sul Minas 2002; Copa da França 2003/2004; Vice-campeão Campeonato Francês 2003/2004

Prêmios:
Bola de Prata Revista Placar 2000; Melhor lateral-esquerdo das Américas 2000/01 (Jornal El País-URU)

Um dos maiores guerreiros da história do Cruzeiro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você