03 set Juan Pablo Sorín, um argentino de coração mineiro


Sorín, Eterno! Juan Pablo Sorín, um argentino de coração mineiro - Cruzeiro Esporte ClubeUma história conquistada não só com títulos, mas também com respeito. Uma história iniciada com duas Copas Sul-Minas e uma Copa do Brasil, e encerrada com uma despedida de emocionar o Mineirão. A história de um gringo que adotou Belo Horizonte como sua casa, e a torcida do Cruzeiro o adotou como irmão. Juan Pablo Sorín, um argentino de coração mineiro.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Uma frase de uma das músicas sobre Minas Gerais traduz o sentimento do torcedor cruzeirense com Sorín: “Quem te conhece não esquece jamais.” Ele não se esquece do clube, e o torcedor não se esquece dele. Atualmente não há tanto “respeito” e “amor” aos clubes. Principalmente jogadores estrangeiros, que são contratados e se tornam apenas profissionais pelos clubes brasileiros que já atuaram. Com ele foi diferente. Além de profissional, se tornou torcedor, e enquanto usou a camisa 6 estrelada, era um torcedor em campo que brigava, lutava e dava o sangue se preciso pelo Cruzeiro.

A despedida em 2009 foi apenas dos gramados, pois ele nunca sairá do coração do torcedor cruzeirense. Assim como ele é grato ao clube, nós somos gratos a ele. Não só pelos títulos, mas pelo respeito ao Cruzeiro. Obrigado por tudo, Sorín, nosso mineiro-argentino!



Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você