10 fev Manutenção da liderança e pensamento na América


Mesmo enfrentando condições adversas – dimensões reduzidas e péssimas condições do gramado do Estádio Castor Cifuentes – o Cruzeiro mais uma vez mostrou sua superioridade técnica  e venceu o Villa Nova por 3 a 2, mantendo a condição de líder invicto do Mineiro 2009, com três vitórias (Uberlândia, Social e Villa Nova) nas três primeiras rodadas.

Com quatro modificações em relação à formação que iniciou a partida diante do Social, na 2ª rodada do campeonato estadual – Soares, Jancarlos, Léo Fortunato e Gérson Magrão, respectivamente nos lugares de Wellington Paulista, Jonathan, Leonardo Silva e Wagner – e já pensando no início da disputa da Taça Libertadores, o Cruzeiro comandou a partida e fez por merecer a vitória.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com dois gols marcados a atacante Soares esquentou a briga pela camisa nove. Ramires, apesar de não ter sido um dos melhores do Cruzeiro marcou mais um gol e segue como artilheiro da equipe com quatro gols marcados. O jogador, aliás, foi novamente caçado em campo. Terminou o jogo no sacrifício e pode até ser poupado diante do Guarani, na quinta-feira, 12.

O Villa, que lutou bastante, aproveitou-se de dois erros da defesa cruzeirense para fazer seus gols. Nada muito preocupante, mas que precisa ser acertado pelo treinador do Cruzeiro.

Com a derrota, a terceira no Mineiro, o Villa Nova fica em situação cada vez mais difícil. Como os dois últimos colocados na fase de classificação serão rebaixados ao Módulo II em 2010, Social, Villa, Uberlândia e Guarani se apresentam como candidatos ao rebaixamento.O Democrata/GV, que mediu forças com o Ituiutaba na rodada, segue firme na vice-liderança e a cada rodada demonstra que estará na próxima fase. Atlético-MG, América, Uberaba, Ituiutaba, Rio Branco começam a se distanciar dos quatro últimos colocados. O Rio Branco, com três pontos ainda não mostrou a que veio.

Na próxima rodada o Cruzeiro enfrentará o Guarani no Mineirão. Novamente Adílson Batista deverá usar um time diferente dos últimos dois jogos pelo Mineiro. Na seqüência disputa o clássico contra o Atlético-MG – no qual poderá atingir a marca de dez jogos sem perder para o rival – e depois, na quinta-feira da semana seguinte, inicia sua caminhada em busca do tri da Libertadores. Nessas duas partidas em especial, o time celeste terá a oportunidade de mostrar que tem realmente um dos melhores elencos e também um dos melhores times da atual temporada do futebol brasileiro e sul americano. Jogos para lotar o Mineirão.

Em tempo. Na última coluna disse que o atacante Jael poderia ser relacionado para o confronto diante do Villa Nova. Quebrei a cara. Além de não figurar na lista dos atletas que participaram o jogo, o jogador está na eminência de ser negociado com o Fluminense.

Lamentável a Federação Mineira e os demais órgãos competentes permitirem que jogos do Módulo I do Mineiro sejam disputados no Castor Cifuentes. Nada contra o Villa Nova e muito menos contra o torcedor do Leão e a cidade de Nova Lima. Centenário como grandes clubes do futebol brasileiro, o Villa Nova precisa de um estádio condizente com sua tradição, que possa receber os torcedores, as equipes e os profissionais de imprensa da melhor maneira possível. Só quem já foi ao Alçapão do Bonfim sabe o que estou dizendo e já presenciou as péssimas condições do estádio: falta de conforto e segurança para os torcedores, estrutura precária para os profissionais de imprensa, vestiários e gramado horríveis.

Em 2007, naquele mesmo estádio, por pouco não presenciamos uma tragédia envolvendo torcedores e polícia militar. Desde então quase nada foi feito. Lamento dizer isso, mas espero que em 2010, caso o Villa Nova permaneça no Módulo I, jogos não sejam marcados para o Castor Cifuentes.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você