04 fev Papo 5 Estrelas – “66 foi o Pelé, tomou de 6, levou olé”


O Papo 5 Estrelas número três contará um pouco sobre o primeiro título brasileiro do Maior de Minas, em 1966, ainda denominado Taça Brasil, contra o poderosíssimo Santos de Pelé e companhia.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 1966, denominado de Taça Brasil pela CBD, foi a oitava edição da competição e tinha como principal favorito o Santos; que encantava o Brasil e o Mundo com o belo futebol apresentado. Entretanto, outra equipe surgia “comendo pelas beiradas”, até que chegou a grande final para enfrentar o melhor clube do futebol brasileiro, esta equipe era o Cruzeiro.

Quando definida a final muitos (pra não dizer todos) cravavam a equipe paulista como campeã certeira da competição; desrespeitando totalmente a brilhante campanha feita pela raposa, que já havia eliminado equipes como Grêmio e Fluminense.

Mas todos os holofotes do mundo do futebol estavam com o clube paulista; afinal, naquela época o futebol ainda era dominado pelos clubes do eixo Rio-SP, e se tratava do time do Rei Pelé.

O clube composto por jovens talentos AINDA desconhecidos, como Dirceu Lopes, Piazza e Tostão, estava prestes a ameaçar esta hegemonia.

Elenco campeão da Taça Brasil de 1966 Elenco campeão da Taça Brasil de 1966

O primeiro jogo, Mineirão (Cruzeiro 6×2 Santos)

No dia 30 de novembro de 1966, 90 mil pessoas no Mineirão e o Brasil inteiro do lado de fora presenciaram um massacre azul; o esquadrão mais temido do Brasil foi transformado numa criança, e o Rei Pelé foi deposto pelos Reis Mineiros.

Raul, Pedro Paulo, William, Procópio, Neco, Piazza, Dirceu Lopes, Natal, Evaldo, Tostão e Hilton Oliveira foram os responsáveis por dilacerar o Santos de Pelé, Pepe, Zito, Lima e Toninho Guerreiro.

O primeiro gol da partida foi marcado logo no primeiro minuto de jogo, por Zé Carlos (Contra); o segundo por Natal, aos 5 minutos de jogo e aos 20 Dirceu Lopes ampliou e a mágica acontecia naquela tarde em Belo Horizonte. No fim do jogo, um 6 a 2 dominante, que apresentava ao Brasil e ao Mundo, o Cruzeiro Esporte Clube.

O segundo jogo, Pacaembu (Santos 2×3 Cruzeiro) – Cruzeiro Campeão

Piazza levantando o troféu de campeão da Taça Brasil de 1966 Piazza levantando o troféu de campeão da Taça Brasil de 1966

E finalmente, em 7 de dezembro de 1966, o Cruzeiro se sagrou oficialmente Campeão Brasileiro de Futebol pela primeira vez em sua história! De virada, a equipe mineira venceu os paulistas por 3 a 2; com gols de Tostão, Dirceu Lopes e Natal e o Santos do antigo Rei foi obrigado a se curvar perante à grandeza do clube estrelado.

Graças ao Maior de Minas, o eixo Rio-SP foi quebrado e outras equipes passaram a ter o devido respeito, passando a fazer partes de competições antes disputadas apenas por times do eixo, como o Torneio Rio-São Paulo, que com as entradas de clubes de Minas Gerais, Paraná, e Rio Grande do Sul, ficou conhecido como Torneio Roberto Gomes Pedrosa, ou simplesmente “Robertão”.

Por: Guilherme de Carvalho Alves


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você