18 fev Piscininha, amor! (América -MG 0 x 0 Cruzeiro – Campeonato Mineiro 7ª rodada)


Salve, guerreiros!

Como eu dizia (imagino que ainda dizem em Minas): Que toró! Foram 32 minutos de atraso para o início da partida. O enredo foi o de sempre, o América jogou a vida contra o Cruzeiro. Por mais que tivesse superioridade, a Raposa não conseguiu sair do zero contra o time de Givanildo. O terceiro lugar na classificação reflete o futebol fraco que o time estrelado tem apresentado até aqui na competição. Mas, nossa história recente tem mostrado isso. É melhor jogar com o freio de mão puxado no Mineirim, poupar-se de lesões e desgastes desnecessários, e mais a frente na temporada colher um título de mais expressão enfrentando os grande times do Brasil.

O jogo

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Muita água! Entretanto, isso não pode ser utilizado como desculpa para o fraco desempenho celeste na busca pelo gol da vitória. Uma coisa ao menos foi positiva, o Cruzeiro sequer foi ameaçado pelo coelho.

Primeiro tempo

O Cruzeiro foi muito superior na marcação e na criação das jogadas, entretanto, muito ineficiente no último passe e nas finalizações. O resultado foi um 0 x 0 muito “xoxo”, e uma apresentação ruim de ver. Este colunista até se desculpa, pois nem tem muito o que escrever por aqui.

Segundo tempo

Esta etapa da partida não foi muito diferente da primeira. Na esperança de uma fato novo, Mano vai mudando a equipe. Promove as entradas de Ariel Cabral, Rafinha e Sassá, mas o placar sem contagem resiste bravamente às tentativas do time celeste de terminar a rodada na liderança do certame.

Na falta de emoção para discorrer aqui, vou partir logo para os Guerreiro de ouro e lata da partida. Na verdade, não da muito para elogiar alguém, então, vou deixar nossa honraria com o príncipe Lucas Silva por seu aniversário, parabéns, Lukita! Vou insistir no Edilson para o guerreiro de lata, apesar de perceber uma leve melhora em sua apresentação. Com certeza a sombra o está forçando a entregar mais do que tem jogado até aqui este ano.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA MG 0 X 0 CRUZEIRO

MOTIVO: 7ª RODADA – CAMPEONATO MINEIRO

DATA: 17/02/2019 ( DOMINGO)

LOCAL: ARENA INDEPENDÊNCIA, EM BELO HORIZONTE – MINAS GERAIS, BRASIL

PÚBLICO PAGANTE: 6.620

PÚBLICO PRESENTE: 6.620

RENDA: R$ 563.000,00

GOLS: EMPATE: 0 X 0

ÁRBITRO: RONEI CÂNDIDO ALVES

AMÉRICA MG: FERNANDO LEAL, LEANDRO SILVA, DIEGO JUSSANI, PAULÃO, JOÃO PAULO, ZÉ RICARDO, JUNINHO, MATHEUSINHO (FRANÇA), MARCELO TOSCANO, NETO BEROLA (FELIPE AZEVEDO), JÚNIOR VIÇOSA (JONATAS BELUSSO)

TÉCNICO: GIVANILDO OLIVEIRA

CRUZEIRO: FÁBIO, EDILSON, LÉO, DEDÉ, EGÍDIO, HENRIQUE, LUCAS SILVA (ARIEL CABRAL), ROBINHO, MARQUINHOS GABRIEL (RAFINHA), RODRIGUINHO, RANIEL (SASSÁ)

TÉCNICO: MANO MENEZES

CARTÕES AMARELOS: DIEGO JUSSANI, ZÉ RICARDO, JUNINHO, JÚNIOR VIÇOSA, JONATAS BELUSSO (AMÉRICA MG); DEDÉ, EGÍDIO, ARIEL CABRAL, RAFINHA, RANIEL (CRUZEIRO)

Próximo compromisso do Maior de Minas será domingo 24/02 contra a URT. A Raposa vai a Patos buscar a vitória que escapou neste domingo. Até lá, China Azul.

Guerreiro dos gramados. Nossa torcida, nossa força!

Por: Álvaro Jr


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você