06 nov Pré-jogo: Athletico x Cruzeiro (Buscando respiro)


O Cruzeiro: defende na noite desta quarta-feira a longa invencibilidade de oito jogos no Brasileirão diante do Athletico em Curitiba.

Buscando se afastar da zona de rebaixamento, a Raposa sabe que conquistando ao menos um empate contra os paranaenses pode até subir na classificação e dificilmente retorna ao grupo dos quatro últimos na rodada. Mas a vitória seria ideal para desapertar a corda no pescoço na classificação.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com Orejuela e Fred suspensos, além de Thiago Neves poupado, Abel Braga terá uma equipe bastante modificada na formação titular. Ederson ainda é dúvida e Fabrício Bruno pode retornar ao time titular após cumprir suspensão.

O Athletico: faz uma boa campanha no Brasileirão e mantém uma performance de alto nível mesmo após a conquista da Copa do Brasil e de uma vaga na próxima Libertadores.

Com apenas uma derrota no returno, justamente para o líder Flamengo, o Furacão carrega consigo uma invencibilidade de cinco jogos. Mas pode pensar contra o alvinegro a semana turbulenta.

Em negociação com o Corinthians, o técnico Tiago Nunes acabou demitido pela diretoria. No banco, o interino Eduardo Barros assume o comando tendo a disposição o retorno de Wellington após cumprir suspensão.

Athletico: Santos; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Camacho (Wellington), Bruno Guimarães e Thonny Anderson; Nikão, Marco Ruben (Marcelo Cirino) e Rony. Téc: Eduardo Barros.

Cruzeiro: Fábio; Edílson, Cacá, Fabrício Bruno (Leo) e Dodô; Henrique e Éderson (Jadson); Marquinhos Gabriel, Robinho e David; Sassá. Téc: Abel Braga.

Horário e Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR). Quarta-feira, 06 de Novembro de 2019 às 21:30.

Motivo: 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira (SP), auxiliado por Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP).

Transmissão: GloboEsporte.com e Globo MG.

Retrospecto: Cruzeiro e Athletico se enfrentaram 20 vezes em partidas com mando de campo paranaense pelo Brasileirão e a vantagem é azul, mas apenas nos gols marcados.

Foram 7 vitórias da Raposa, 8 empates e 7 derrotas. O time celeste marcou 36 gols e sofreu outros 33.

Por: João Henrique Castro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você