04 ago Pré-jogo: Atlético-MG x Cruzeiro (Sinal amarelo ligado)


O Cruzeiro: vive uma incômoda série de resultados. São seis jogos sem marcar, uma vitória nas últimas dezessete partidas, a eliminação nas oitavas da Copa Libertadores e ingresso na zona de rebaixamento após a vitória do Fluminense na noite deste sábado.

Necessitando da vitória para reagir no Brasileirão, mas com a semifinal da Copa do Brasil na próxima quarta-feira em vista, a Raposa deverá ter um time misto em campo. Afinal de contas, jogadores como Thiago Neves e Robinho não estavam nas melhores condições contra o River Plate e a equipe acabou sentindo a situação.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

As principais dúvidas de Mano Menezes, portanto, ficam na formação da linha ofensiva. Na defesa, os titulares devem seguir os mesmos do confronto contra os argentinos pela Libertadores.

O Atlético-MG: ainda sente o gosto amargo da eliminação diante do Cruzeiro nas quartas de final da Copa do Brasil e o discurso assumido por atletas e comissão técnica é de que é hora de devolver o resultado para a Raposa.

Ocupando o G-4 do Brasileirão, o time alvinegro jogará também motivado para manter-se no grupo dos primeiros colocados e não perder ainda mais contato com o líder Santos, que já venceu o Goiás nesta rodada.

A seca de gols de Ricardo Oliveira abre espaço para que Rodrigo Santana especule iniciar a partida com o jovem Alerrandro. Por sua vez, Otero e Cazares disputam a condição de armador titular da equipe neste duelo.

Atlético-MG: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair; Chará, Elias, Vinicius e Otero (Cazares); Ricardo Oliveira (Alerrandro). Téc: Rodrigo Santana.

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Robinho (Jadson), Thiago Neves (Fred) e Marquinhos Gabriel; Pedro Rocha Téc: Mano Menezes.

Horário e Local: Independência, Belo Horizonte (MG). Domingo, 04 de Agosto de 2019 às 19:00.

Motivo: 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS) auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Neuza Ines Back (SP).

Transmissão: Globo MG e PFC.

Retrospecto: O Cruzeiro desafia o retrospecto contra o Atlético-MG no Independência, buscando diminuir a desvantagem no confronto direto entre as equipes no Horto pelo Brasileirão.

Foram 8 jogos, todos desde o fechamento do Mineirão em 2012, e desde então o confronto teve cinco vitórias do Atlético-MG, duas do Cruzeiro e um empate. O time celeste marcou 12 gols e sofreu 15.

Por: João Henrique Castro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você