14 abr Pré-jogo: Cruzeiro x Atlético-MG (Tomar a vantagem)


O Cruzeiro: enfrenta o Atlético-MG neste domingo no Mineirão pela abertura da decisão do Campeonato Mineiro e precisa da vitória para se colocar em vantagem na disputa da final estadual.

Com campanha inferior na primeira fase, ainda que seja o único invicto da competição, o time celeste tem nesta partida a chance de, diante de sua torcida, conquistar um triunfo que auxilie na obtenção do bicampeonato, jogando para o rival a responsabilidade de reverter o resultado no próximo sábado para evitar a conquista da Raposa.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Poupados contra o Huracán, os experientes Egídio e Edílson devem reassumir as laterais. No banco a novidade pode ser o atacante Pedro Rocha, mas Thiago Neves, sequer relacionado, continua em preparação para a sequência da temporada.

O Atlético-MG: vem de uma semana atribulada com goleada sofrida que dificultou sua sobrevivência na Libertadores e demissão do treinador Levir Culpi em busca de uma nova rota na temporada.

A melhor campanha na fase de classificação, a goleada no último fim de semana sobre o Boa Esporte e a vantagem do empate na soma do placar agregado são fatores que motivam a equipe alvinegra, mas o desafio de corrigir os rumos após a derrota no Paraguai para o Cerro Porteño aumenta a pressão sobre os atletas rivais.

Comandado pelo interino Rodrigo Santana, o time atleticano pode ter alterações em relação aos últimos jogos. A dupla de Ricardo Oliveira no comando do ataque, com a possibilidade até do centroavante ficar isolado, é o principal mistério na escalação alvinegra.

Cruzeiro: Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Fred. Téc: Mano Menezes.

Atlético-MG: Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson e Elias; Luan, Cazares e Maicon Bolt (Geuvânio ou Zé Welison); Ricardo Oliveira. Téc: Rodrigo Santana.

Horário e Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG). Domingo, 14 de Abril de 2019 às 16:00.

Motivo: Jogo de ida da final do Campeonato Mineiro.

Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Michel Correia (RJ).

Transmissão: PFC e Globo Minas.

Retrospecto: Cruzeiro e Atlético-MG se enfrentaram 234 vezes pelo Campeonato Mineiro e os alvinegros levam vantagem.

O time celeste venceu 86 partidas, empatou 63 e perdeu outras 101. Foram 275 gols marcados e 320 sofridos.

Por: João Henrique Castro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você