04 jul Pré-jogo: Cruzeiro X Atlético-PR (Na força da torcida) Brasileirão 2015


O Cruzeiro: reencontra sua torcida neste sábado às 21 horas no Mineirão após três derrotas seguidas no Brasileirão, duas delas longe do maior estádio da capital.

Com o calendário apertado e apenas um treinamento antes do confronto, interrompido por Vanderlei Luxemburgo para uma bronca nos atletas no vestiário, a equipe precisará de inspiração e da força da arquibancada para enfim superar o cenário adverso das últimas rodadas.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Willian e Leandro Damião, suspensos, desfalcam a Raposa e existe a indefinição dos substitutos: Allano, Henrique Dourado, Marcos Vinícius e o recém-chegado Marinho disputam as vagas.

O Atlético-PR: derrotou o São Paulo na última rodada e interrompeu uma série de três jogos sem vencer, retornando a disputa pelo G-4.

Sob o comando de Milton Mendes, o Furacão tem feito uma campanha consistente e sabe que com uma vitória deve entrar no grupo da Libertadores. Motivação, portanto, é o que não falta.

Entre os desfalques, apenas o atacante Ytalo, suspenso pelo terceiro amarelo, participou da vitória sobre o Tricolor paulista. Giovanni, Jadson e Edgar Junio disputam a posição.

Cruzeiro: Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo e Pará; Henrique, Willians, De Arrascaeta, Marquinhos e Allano (Marinho); Henrique Dourado (Marcos Vinícius) Téc: Vanderlei Luxemburgo.

Atlético-PR: Weverton; Eduardo, Gustavo, Kadu e Natanael; Otávio, Hernani e Giovanni (Jadson ou Edigar Junio); Marcos Guilherme, Nikão e Walter. Téc: Milton Mendes.

Arbitragem: Luís Flávio de Oliveira (SP), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Bruno Raphael Pires (GO)

Horário e local: Mineirão, Belo Horizonte (MG). Sábado, 04 de julho de 2015 às 21:00

Motivo: Campeonato Brasileiro. 11ª rodada.

Transmissão: PFC. O Guerreiro dos Gramados acompanha a partida em tempo real em seus canais oficiais no Facebook e no Google +, além do twitter @GdosGramados

Retrospecto: Cruzeiro e Atlético-PR se enfrentaram 21 vezes em partidas pelo Brasileirão com mando de campo cruzeirense e a vantagem é azul.

Foram 9 vitórias da Raposa, 7 empates e 5 derrotas. O time celeste marcou 34 gols e sofreu 22.

Por: João Henrique Castro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você