26 out Pré-jogo: Cruzeiro x Fortaleza (Vale seis pontos)


O Cruzeiro: busca a terceira vitória seguida no Brasileirão e, enfim, conseguir deixar a zona de rebaixamento. Ainda que este objetivo não dependa exclusivamente da Raposa nesta rodada, em que Ceará e Fluminense, os dois que podem ser ultrapassados, atuam em casa.

Quando o time celeste entrar em campo, aliás, já saberá se é possível ou não subir na tabela já nesta rodada, uma vez que os concorrentes jogam antes. A pressão até subirá, caso eles tenham vencido, mas a necessidade de impedir que o Fortaleza se distancie na classificação já dá contornos decisivos ao jogo.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Sem Ederson, suspenso, e Dedé, entregue ao departamento médico, Abel Braga promoverá ao menos duas alterações no time titular. Jadson e Ariel Cabral disputam uma vaga no meio, enquanto Cacá deve voltar a fazer a dupla de zagueiros com Fabrício Bruno.

O Fortaleza: tem tido uma campanha irregular, mas que atende as expectativas de sua torcida de manter-se distante da zona de rebaixamento, especialmente aproveitando os duelos em casa.

O triunfo sobre o time alternativo do Grêmio no Castelão na última rodada interrompeu uma série de duas derrotas, mas o Leão do Pici sabe que segurar a Raposa é importante para não ver a corda apertar em seu pescoço. Especialmente em uma rodada em que a maioria dos concorrentes diretos atua em casa.

Com ex-cruzeirenses como destaque na equipe, casos de Paulão e Wellington Paulista, Rogério Ceni, que há pouco tempo comandava a Raposa, buscará explorar as fragilidades que notou na equipe cinco estrelas enquanto esteve na Toca da Raposa.

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Jadson (Ariel Cabral), Robinho, Thiago Neves e David; Fred. Téc: Abel Braga.

Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Quintero, Paulão e Carlinhos; Felipe e Juninho; Edinho, Marlon, Oswaldo e Wellington Paulista. Téc: Rogério Ceni.

Horário e Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG). Sábado, 26 de Outubro de 2019 às 21:00.

Motivo: 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem: Raphael Claus (SP), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Neuza Inês Back (SP).

Transmissão: PFC.

Retrospecto: Cruzeiro e Fortaleza se enfrentaram 5 vezes em partidas pelo Campeonato Brasileiro com a Raposa como mandante e a vantagem celeste é esmagadora.

Foram 4 vitórias azuis e apenas 1 empate. A Raposa marcou 7 gols e não sofreu nenhum.

Por: João Henrique Castro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você