21 abr Pré-jogo: Cruzeiro X Universitário de Sucre (Só a vitória interessa)


O Cruzeiro: joga nesta terça-feira o seu semestre e também uma marca histórica importante. A de ser o único clube brasileiro a disputar a Libertadores mais de uma vez e que em todas participações superou a primeira fase.

A derrota para o Huracán na última semana, as atribulações e disputas com a Federação Mineira e a Globo Minas e a perda da vaga na final do Mineiro nos instantes finais após um erro motivado, no mínimo, pela arrogância de Heber Roberto Lopes em se recusar a escutar o quarto árbitro, desgastaram física e emocionalmente os atletas e a torcida, mas tudo isto deve ser deixado de lado quando a bola rolar no Mineirão em prol da classificação da Raposa na principal competição da temporada.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em função do desgaste, aliás, a Raposa não deverá ter a sua disposição as presenças de Alisson e Leandro Damião. Marquinhos e Henrique Dourado são os mais cotados para assumir a titularidade. Nas laterais, Mayke e Pará devem também começar jogando, com Marcelo Oliveira sacando Fabiano e Mena (Fabrício não pode jogar a Libertadores) para, com laterais ofensivos, pressionar o adversário. Paulo André, suspenso, abre espaço para a entrada de Manoel.

O Universitário de Sucre: é a sensação do Grupo 3 da Copa Libertadores e chega na última rodada invicto, embora, até aqui, tenha vencido apenas o frágil Mineros nas duas vezes em que enfrentou os venezuelanos.

Em décimo lugar entre as doze equipes que disputam o Campeonato Boliviano, o Sucre também encontra-se em pé de guerra com a federação nacional em função da marcação de seus jogos e tem constantemente atuado com reservas e menos jogos que os rivais no torneio, especialmente após sabotar a partida contra o Bolívar quando iniciou o confronto com apenas sete jogadores e com minutos de jogo, por lesão, ficaram com apenas seis e o duelo foi interrompido. A campanha no torneio nacional, portanto, não revela muito sobre o potencial do time.

Precisando apenas de um empate para assegurar sua classificação, a equipe do treinador Julio César Baldivieso será escalada com cinco defensores e aposta no bom retrospecto defensivo até aqui na competição para segurar o ataque celeste e deixar o Mineirão com uma das vagas do Grupo para as oitavas-de-final.

Cruzeiro: Fábio; Mayke, Léo, Manoel e Pará (Mena); Willians, Henrique, Marquinhos, De Arrascaeta e Willian; Henrique Dourado. Téc: Marcelo Oliveira.

Universitário de Sucre: Olivares; Ballivián, Filippetto, Silvestre, Gonzales e Flores; Ribera, Cuesta e Bejarano; Castro e Suarez. Téc: Júlio César Baldivieso.

Arbitragem: Roddy Zambrano Olmedo (Equador), auxiliado por Byron Romero (Equador) e Luis Vera (Equador)

Horário e local: Mineirão, Belo Horizonte (MG). Terça-feira, 21 de abril de 2015 às 20:30 horas.

Motivo: Copa Libertadores, 6ª rodada do Grupo 3.

Transmissão: FoxSports. O Guerreiro dos Gramados acompanha a partida em tempo real em seus canais oficiais no Facebook e no Google +, além do twitter @GdosGramados

Retrospecto: Cruzeiro e Universitário se enfrentaram uma vez no Mineirão pela Libertadores. Foi em 2009 também pela primeira fase e a Raposa venceu por 2X0.

Por: João Henrique Castro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você