24 fev Pré-jogo: Deportivo Quito x Cruzeiro (13 jogos para a América, 15 jogos para o Mundo)


Salve nação celeste invicta em 2009! No último sábado o nosso time misto deixou cair o aproveitamento de 100% na temporada, mas manteve o time na liderança do campeonato Mineiro e deixou o time 99,94% classificado para a próxima fase.    No domingo, se vencermos o Ituiutaba e contarmos com um tropeço do Democrata contra o Tupi, aumentaremos ainda mais nossa vantagem na liderança que são de confortáveis 3 pontos. 

Mas o assunto que nos interessa agora é outro. É a Libertadores! Nosso xodó e parte do nosso grande objetivo do ano que é conquistarmos o mundo. Após a boa vitória na estréia contra o Estudiantes, chegou a hora de enfrentarmos a altitude pela primeira vez na temporada. O adversário será o Deportivo Quito, na capital equatoriana localizada a 2800 metros de altitude. Não é nada assustador como a viagem à Potosí no ano passado, mas a altitude será um obstáculo ao qual o nosso time deve estar atento.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

 Se quisermos a vantagem de decidir os nossos confrontos no mata-mata em casa não podemos nem pensar em empatar esta partida, afinal enfrentaremos uma equipe em crise, que ficou mais de uma semana sem treinar e que perdeu, no último fim de semana, para a equipe do Manta, que não havia vencido nenhuma das três primeiras partidas do campeonato local. O Deportivo Quito, atual campeão equatoriano, ocupa apenas a 6ª colocação neste ano, com uma vitória, dois empates e uma derrota até aqui. O atual líder do campeonato, disputado por 12 equipes, é o Espoli. O Deportivo tem também um ponto na Libertadores, resultado do empate, fora de casa, em 1 a 1 contra o Universitário de Sucre, da Bolívia, que colocou as duas equipes na vice-liderança da chave atrás apenas do Cruzeiro.

Os destaques da equipe são jogadores rodados, porém pouco conhecidos. O goleiro Ibarra, de 39 anos, que não joga por estar contundido, o zagueiro Isaac Mina e os atacantes Leider Preciado (colombiano) e Martín Mandra (argentino) são os nomes mais famosos de uma equipe repleta de nomes desconhecidos. A falta de ritmo da equipe pela greve de treinos, sentida na partida contra o Manta, provavelmente se manifestará no jogo contra o Cruzeiro, assim como a ausência do meia Luis Saritama, também contundido.

O Cruzeiro tem, portanto, grandes chances de alcançar a vitória nesta partida. Os únicos desfalques são, o atacante Kléber, suspenso pela expulsão contra o Estudiantes e Thiago Heleno, que ficou em Belo Horizonte fazendo reforço muscular, além de Sorín que ainda não está em condição de estrear. A provável escalação da equipe, que contará com o seu meio-campo ideal, grande destaque do time no ano passado, pela primeira vez na temporada será: Fábio; Jonathan, Anderson, Leonardo Silva e Fernandinho; Fabrício, Marquinhos Paraná, Ramires e Wágner; Thiago Ribeiro e Wellington Paulista.
 Já o Deportivo Quito deverá ir a campo com um tradicional 4-4-2 montado com: Bonard García; Corozo, Caicedo, Checa e Mina; Edwin Tenório, Minda, Assencio e Donoso; Mandra e Preciado.

A partida será a primeira da história entre as equipes. O retrospecto do Cruzeiro contra equipes equatorianas, no entanto, é extremamente favorável com 6 vitórias, 1 empate e 1 derrota (para o El Nacional, por 1 a 0, durante a campanha do título de 1997), em 8 jogos. O Cruzeiro marcou 17 gols nestas partidas e sofreu apenas 6. Que os números positivos se ampliem nesta partida e a classificação para as oitavas fique ainda mais próxima.

Saudações celestes!


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você