30 set Pré-jogo: Goiás x Cruzeiro (Proibido tropeçar)


O Cruzeiro: irá terminar a 22ª rodada na zona de rebaixamento, independente do que acontecer em campo na noite desta segunda-feira no duelo contra o Goiás em Goiânia. No entanto, a Raposa só terá a chance de sair do Z-4 na próxima rodada se não for derrotada pelo alviverde em mais um confronto direto na parte baixa da tabela.

Com o clima interno em polvorosa, o time celeste terá mais uma mudança de treinador neste duelo. Abel Braga assume o comando cinco estrelas e busca construir a reação que Rogério Ceni não conseguiu.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A novidade no banco de reservas amplia as dúvidas sobre a formação inicial, mas com Fred suspenso e a inclinação do novo treinador em ter um centroavante no comando do ataque, Sassá deve ser a principal novidade na escalação.

O Goiás: vem de duas vitórias seguidas no Brasileirão e com isso distanciou-se da zona de rebaixamento, voltando a mirar a classificação para um torneio continental na próxima temporada.

O bom momento, contudo, não deve tirar os pés no chão da equipe esmeraldina que vinha, antes desta sequência, aproximando-se da zona de rebaixamento. Diante disso, os goianos sabem que vencer o Cruzeiro é fundamental para não voltar a olhar para a aproximação do Z-4.

A boa fase do goleiro Tadeu, os gols de Rafael Vaz e o talento de Michael são as principais armas do técnico Ney Franco que deverá ter Alan Ruschel no lugar de Marcelo Hermes, suspenso, na lateral-esquerda.

Goiás: Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Alan Ruschel; Gilberto Júnior, Yago Felipe e Léo Sena; Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia. Téc: Ney Franco.

Cruzeiro:  Fábio; Orejuela, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique e Éderson; Marquinhos Gabriel, Thiago Neves, Pedro Rocha (David); Sassá. Téc: Abel Braga.

Horário e Local: Serra Dourada, Goiânia (GO). Segunda-feira, 30 de Setembro de 2019 às 20:00.

Motivo: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE), auxiliado por Clóvis Amaral da Silva (PE) e Fábio Pereira (TO).

Transmissão: PFC.

Retrospecto: Cruzeiro e Goiás se enfrentaram 20 vezes com o Esmeraldino como mandante pelo Campeonato Brasileiro e a vantagem é goiana.

Foram 7 vitórias da Raposa, 5 empates e 8 derrotas. O time celeste marcou 16 gols e sofreu 23.

Por: João Henrique Castro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você