02 dez Pré-jogo: Vasco x Cruzeiro (Fazer valer a nova chance)


O Cruzeiro: fracassou contra o CSA e de forma melancólica iniciou a preparação para o jogo contra o Vasco e a semana decisiva no Brasileirão.

A saída de Abel Braga, a lesão de Thiago Neves e a chegada de Adílson Batista, contudo, produziram um novo ânimo e, de quebra, o tropeço do Ceará contra o Athletico no último minuto no Castelão abriram novamente caminho para a esperança celeste e a chance de deixar a zona de rebaixamento em caso de vitória.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Sem muito suspense, o novo treinador celeste adiantou nos treinos uma formação com mais um homem de meio-campo, relembrando o esquema com três volantes que o consagrou na Raposa em 2009, e a volta de Ariel Cabral ao time titular. Na frente, Joel e Pedro Rocha ganham novas chances.

O Vasco: praticamente selou o seu destino na temporada e atualmente briga apenas para alcançar a melhor colocação e, por consequência, premiação possível.

Com chances remotas de Libertadores e de queda, a equipe cruzmaltina pleiteia ainda confirmar matematicamente a vaga na Sul-Americana 2020. Esta sim razoavelmente ameaçada, mas só perdida se os rivais Botafogo e Fluminense ou mesmo Cruzeiro ou Ceará tomarem duas posições vascaínas.

A sequência recente de apenas uma vitória nos últimos oito jogos também incomoda, mas a perspectiva de rebaixar o Cruzeiro motiva a torcida que lotará São Januário. Em campo, as principais ausências da equipe de Vanderlei Luxemburgo serão os volantes Raul e Marcos Júnior.

Vasco: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Osvaldo Henríquez, Leandro Castan e Henrique; Richard, Guarín, Felipe Bastos e Bruno César; Ribamar e Marrony. Téc: Argel Fucks

Cruzeiro: Fábio, Orejuela, Cacá, Léo e Egídio; Henrique, Ederson e Ariel Cabral; David e Pedro Rocha; Joel. Téc: Adílson Batista.

Horário e Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ). Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019 às 20:00.

Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (GO), auxiliado por Bruno Raphael Pires (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Transmissão: Sportv (exceto Rio de Janeiro) e PFC.

Retrospecto: Cruzeiro e Vasco se enfrentaram 29 vezes pelo Campeonato Brasileiro com mando de campo vascaíno e o retrospecto é equilibrado.

Foram 10 vitórias do time celeste, 8 empates e 11 vitórias cruzmaltinas. Nos gols marcados, o time celeste é quem leva vantagem: 40 contra 37 dos cruzmaltinos.

Por: João Henrique Castro

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você