17 mar Raniel decide (Cruzeiro 2 x 0 Patrocinense – Campeonato Mineiro 4ª de final)


Salve, guerreiros!

Que esse atual regulamento do Mineiro 2018 é esdrúxulo todo mundo sabe. Entre 12, classificavam 8. Dos 8, 4 já serão eliminados em jogo único nesse fim de semana. Os 4 restantes farão semifinais e finais em 2 jogos cada fase o time de melhor campanha jogando sempre pelo empate, e decidindo em casa. A partir de agora, o regulamento é idêntico aos anos anteriores. Em minha opinião, essas quartas em jogo único com penalidades ao persistir o empate é um disparate. Está certo que a Raposa fez sua parte e venceu, mas, continuo pensando que, se querem adicionar outra fase ao certame, deveriam manter o empate como vantagem ao time de melhor campanha, ao menos. Se porventura acontecer o pior com o rival neste domingo (risos), os senhores vão ver como mudam isso rapidinho para o ano que vem. Vamos ao que interessa.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O jogo

Foi exatamente o que todos esperávamos. A Raposa desde o início buscou a vitória, e o time de Patrocínio limitou-se à defesa. Nem tentaram dificultar para nós. O gol era uma questão de tempo. Apesar dos 45′ em branco, o diferencial apareceu e responde pelo nome de Raniel.

Primeiro tempo

Limito-me a dizer que foi uma ataque contra defesa. Parecia um treinamento em campo reduzido à metade. Apesar da pressão, as poucas chances de gol do Cruzeiro foram em chutes de fora, mas, sem muito perigo ao gol do Patrocinense. Valeu o ingresso o drible desconcertante de Thiago Neves logo aos 2′ de partida, uma pena a jogada não ter resultado em gol.

Segundo tempo

Mano, que não é bobo, recuou a faixa de campo ocupada pelo Cruzeiro, tirando o time do interior da sua defesa. A mudança abriu os espaços que tanto fizeram falta na primeira etapa da partida. Em um passe certeiro de Murilo, podemos afirmar que a assistência foi dele, Raniel domina abola, passa por dois marcadores e chuta por debaixo das pernas de Neguete, 1 x 0 Cruzeiro e começou a classificação.

Com o gol, o Patrocinense foi obrigado a sair um pouco mais. O segundo gol foi amadurecendo em várias tramas muito interessantes do ataque celeste. Como disse Carlos Eduardo Lino em uma transmissão pelo Sportv outro dia, “é uma delícias ver esse Cruzeiro jogar!”. Ele tem toda razão. Em uma dessas jogadas, a bola foi rolada para Raniel da entrada da área dar números finais ao marcador.

Claro que Ranigol é nosso Guerreiro de ouro de hoje. Sobis vai ficar com o guerreiro de lata apenas pelo cartão bobo que levou. Fica de fora do primeiro joga das semifinais. A Raposa enfrenta o vencedor de Tupi x Tombense, adversário que já deve ser conhecido enquanto nossos amigos leitores leem esse texto.

FICHA TÉCNICA 

Cruzeiro 2 x 0 Patrocinense

Motivo: quartas de final do Campeonato Mineiro 2018
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 17 de março de 2017 (sábado), às 16h
Árbitro: Ronei Cândido Alves
Assistentes: Pablo Almeida Costa e Douglas Almeida Costa

Cruzeiro
Fábio; Lucas Romero, Dedé, Murilo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Robinho (Mancuello), Thiago Neves (Arrascaeta) e Rafinha; Raniel (Sobis). Técnico: Mano Menezes

Patrocinense
Negueti; Ângelo, Diego Borges, Juninho e Mateus Mendes; Mário César, Bruno Moreno, Leomir e Diogo Peixoto (Juninho Arcanjo); Marcelo Régis (Genesis) e Jeferson Berger (Thiago Brito). Técnico: Weligton Fajardo

Na próxima quarta o Cruzeiro já volta a campo para as semifinais. Até lá, China Azul.

Guerreiro dos Gramados. Nossa torcida, nossa força!

Por: Álvaro Jr

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você