09 set Raposa eficiente (América MG 0 x 2 Cruzeiro – Campeonato Brasileiro 23ª rodada)


Salve, guerreiros!

O Cruzeiro já é o líder do returno com a vitória de ontem sobre o América no Horto. Falando em nisso, a nossa Independência da zona do rebaixamento vai se consolidando a cada rodada, mas ainda inspira atenção. A 12ª posição na tabela é enganosa, apenas 2 pontos nos separam do Figueirense que é o primeiro time no temido Z4. Domingo teremos mais uma dose de Botafogo às 16h no Mineirão e precisamos da vitória para continuar subindo. O Alvinegro carioca tem 32 pontos, contra 29 nossos, isto é, vale briga direta na tabela. A derrota é impensável.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O Jogo

A partida começa eletrizante com Ábila assustando logo a um minuto, mas um impedimento mal marcado lhe tira a chance do primeiro gol. Após o susto, o América tenta controlar a partida, mas a Raposa bem postada frustra todas as investidas do time da casa. Aos 30′ em uma disputa despretensiosa de bola no meio campo, porém com a tradicional raça argentina, Ábila rouba a bola lançando De Arrascaeta que só tem o trabalho de driblar o zagueiro e marcar o gol.

A pressão a que o coelho está submetida começa a fazer efeito com mais um revés e o leva a partir desorganizadamente para cima do Cruzeiro que insiste em desperdiçar os contra-ataques que poderiam dar tranquilidade já na primeira etapa da partida. Entretanto, levar o 0 x 1 para o intervalo nunca é mau negócio.

Vem o segundo tempo e a Raposa com Henrique e Cabral desarmam todas as jogadas americanas, chega num ponto que o Cruzeiro até parece “entregar” a bola propositadamente para explorar os contra-ataques. O segundo gol parece apenas questão de tempo, e não demorou a surgir em jogada rápida pelo meio com triangulação envolvente culminando no gol do Ramon “Monstro” Ábila marcar seu décimo gol em onze partidas com a camisa celeste.

“Guerreiro de ouro” vai para o soldado invisível, o capitão Henrique que voltou a desarmar até pensamento. Temos de volta a famosa frase: “Eu vou te desarmei!”. Guerreiro de lata fica com Lucas pois apesar da sensível melhora, ainda comete falhas bobas que não o permitem estar no nível do restante da equipe.

FICHA TÉCNICA:
AMÉRICA-MG 0 X 2 CRUZEIRO

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 8 de setembro de 2016, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro:  Igor Junio Benevenuto (MG)
Assistentes: Pablo Almeida Costa e Celso Luiz da Silva (ambos de MG)
Cartões: Jonas (América-MG)Ábila, Bruno Rodrigo (Cruzeiro)
Gols: CRUZEIROArrascaeta, aos 20 minutos do primeiro tempo; Abila, aos 24 minutos do segundo tempo

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Jonas, Sueliton, Alisson e Danilo; Pablo, Claudinei (Bruno Sávio), Juninho e Diego Lopes (Ernandes); Osman e Michael (Nixon)
Técnico: Enderson Moreira.

CRUZEIRO: Rafael; Lucas, Bruno Rodrigo, Manoel (Léo) e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Lucas Romero), Robinho (Alisson) e Arrascaeta; Rafinha (Alisson), Ramon Ábila
Técnico: Mano Menezes

Teremos a volta de Rafael Sobis na próxima rodada e o pretendido entrosamento do time deve aumentar um pouco mais. Tenho plena certeza que a tendência é subir cada vez mais na tabela e quem sabe, sonhar com algo mais em dezembro.

Guerreiro dos Gramados. Nossa torcida, nossa força!

Por: Alvaro Jr


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você