26 set Rogério Ceni deixa o Cruzeiro


Contratado no mês de agosto, Rogério Ceni deixa o Cruzeiro, na tarde desta quinta-feira (26). O ex-treinador tinha contrato com o clube até 2020. Com a demissão, o Cruzeiro terá de arcar com cerca de R$ 1,8 milhões em multas pela rescisão contratual. Como apontamos anteriormente, o motivo que teria causado a demissão, seria um imbróglio que iniciou-se na noite anterior, após o empate contra a equipe do Ceará; onde alguns jogadores teriam desaprovado uma decisão do ex-mandante celeste, o que causou mal estar entre o elenco e treinador.

Com a responsabilidade de assumir o lugar deixado por Mano Menezes e de tirar o time da zona de rebaixamento, Ceni começou a comandar a equipe na 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Desde então, realizou oito partidas à frente do banco de reservas, venceu duas, empatou duas e perdeu quatro. 

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Vale lembrar que, quando Rogério Ceni desembarcou em Belo Horizonte, após deixar o Fortaleza. O Cruzeiro já havia desembolsado R$ 1 milhão pela contratação do treinador.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você