14 jun Sem inspiração (Paraná 1 x 1 Cruzeiro – Campeonato Brasileiro 12ª rodada)


Salve, guerreiros!

Normalmente, começo minhas colunas com uma historinha, ou uma ilustração, mas, assim como a Raposa dos três últimos jogos, estou sem inspiração. Um time feio, um futebol pífio, até quando vai ficar escorando-se em “erros da arbitragem”? O fato é que o time celeste voltou a jogar mal, talvez pelos vários desfalques, ou, por atletas que não tem a menor condição de envergar o Manto Celeste. O problema de ter jogador ruim no elenco é esse, uma hora você tem que usar. Posso citar o nome, ou, os amigos leitores já estão cientes a quem refiro-me?

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O jogo

O primeiro tempo foi um papelão. Jogamos de igual para igual contra um time que está na zona de rebaixamento, e que há anos só faz brincar de iô-iô no Campeonato Brasileiro. Não quero agourar o Paraná, mas, deve cair novamente ao fim do certame.

O segundo tempo foi igual. Paraná jogou a vida, e o Cruzeiro, não jogou nada. Se faz o mínimo, venceria, mas, nem isso está dando conta de entregar. Robinho faz tempo que não apresenta nada, Raniel foi um dos poucos que ofereceu algum perigo. Lembram do início quando falei do “jogador ruim” no elenco? Pois é! Entretanto, apesar da fatalidade de a bola desviar nele antes de entrar, vou reputar o gol que nos tirou dois pontos na conta do Fábio.

Em minha opinião, sua única deficiência é sair pelo alto. Bola alçada na pequena área pertence ao goleiro. Nenhum atacante, por mais impulsão que tenha, sobe mais que o goleiro com as mãos, e ainda, ele tem a proteção da regra, precisa disputar essa bola. Senão neutralizar a jogada, ao menos consegue a falta, e o mais importante, evita o gol. Guerreiro de lata para o Fábio. Guerreiro de ouro fica com Raniel. Dos males, o menor.

Vou explicar para os quem têm dificuldade de interpretação. Não estou “culpando” o Fábio pelo empate, ok? Eu critiquei todo o time, se há alguma dúvida, sugiro uma releitura mais acurada do texto.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
1º Turno – 12ª Rodada

Paraná Clube 1×1 Cruzeiro

Local: Vila Capanema
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Assistentes: Heronildo Freitas da Silva (PA) e Luis Diego Nascimento Lopes (PA)
Gols: Rafael Sóbis 19 e Silvinho 30 do 2º
Cartões amarelos: Júnior, Torito González, Neris, Igor, Guilherme Biteco, Carlos, Rayan, Jhonny Lucas (PR); Ezequiel, Lucas Silva (CRU)

Paraná Clube
Thiago Rodrigues; Junior, Neris, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Torito González (Jhonny Lucas) e Caio Henrique (Guilherme Biteco); Silvinho, Carlos (Alex Santana) e Thiago Santos.
Técnico: Rogério Micale

Cruzeiro
Fábio; Ezequiel, Dedé, Léo e Marcelo Hermes (Rafinha); Lucas Silva, Lucas Romero, Mancuello (Patrick Brey) e Robinho; Raniel (Sassá) e Rafael Sobis.
Técnico: Mano Menezes

Agora vem a parada para o Copa do Mundo. Em boa hora, diga-se de passagem. Tempo para jogadores importantes se recuperarem. Após a Copa precisaremos do elenco completo, pois a sequência será pesada, principalmente por causa da Libertadores, o grande objetivo celeste na temporada. Até lá, China Azul.

Guerreiro dos Gramados. Nossa torcida, nossa força!

Por: Álvaro Jr

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe





Mais para você